sábado, 29 de dezembro de 2007

Receita de Ano Novo
Carlos Drummond de Andrade

Para você ganhar belíssimo Ano Novo cor de arco-íris,

ou da cor da sua paz,

Ano Novo sem comparação

como todo o tempo já vivido (mal vivido ou talvez sem sentido)

para você ganhar um ano não apenas pintado de novo,

remendado às carreiras,

mas novo nas sementinhas do vir-a-ser,

novo até no coração das coisas menos percebidas (a começar pelo seu interior) novo espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,

mas com ele se come, se passeia, se ama, se compreende,

se trabalha, você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,

não precisa expedir nem receber mensagens (planta recebe mensagens? passa telegramas?).

Não precisa fazer lista de boas intenções para arquivá-las na gaveta.

Não precisa chorar de arrependido pelas besteiras consumadas

nem parvamente acreditar que por decreto da esperança

a partir de janeiro as coisas mudem e seja tudo claridade,

recompensa, justiça entre os homens e as nações,

liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,

direitos respeitados, começando pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um ano-novo que mereça este nome,

você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo de novo,

eu sei que não é fácil,

mas tente, experimente, consciente.

É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.

sábado, 15 de dezembro de 2007

PROFIPES 2007

VENCEDORA DO PRIMEIRO CONCURSO DE POESIAS JBC 2007 EM PARCERIA COM A ASSOCIAÇÃO RONDONIENSE DE POESIAS.


ECOLOGIA
OLHOS CHEIO DE LÁGRIMAS
CABELOS CHEIOS DE FOLHAS
PÉS SUJOS DE TERRA
E ROUPAGEM DE FLORES
POR QUE CHORAS Ó MÃE?
TEUS FILHOS NÃO TE VALORIZARAM
TUA TERRA PEGOU FOGO
TU ESTÁS MORRENDO
Ó MÃE!NÃO CHORES,ENQUANTO TU ENSINAS
AOS TEUS FILHOS E MOSTRA O QUE FIZERAM
É ELES QUE SOFREM AO VEREM COMO ERRARAM
Ó MÃE, NÃO TE ABORREÇAS...
TUAS LÁGRIMAS SÃO COMO ENCHENTES E TEMPESTADES
TEUS FRITOS DE DOR SÃO COMO TROVÕES E TERREMOTOS
ENQUANTO VOCÊ SENTE FALTA DE AR
SOMOS NÓS QUE TE SUFOCAMOS.

POLIANA CARVALHO LIMA

Confira outras Poesias JBC .

MÃE TERRA
SERÁ A TERRA
SERÁ A TERRA HUMANAMENTE
CHEIA DE BELEZA, DE ENCANTOS E PAISAGENS.
SERÁ A TERRA,
SIM, COM SEU
CORPO MONTANHOSO,
SERÁ TERRA.
SERÁ MULHER E VIDA
COM A TERNURA
E A BELEZA
DE SUAS FLORES E FRUTOS QUE
CONDENSAM-SE COM O MOVIMENTO DE SEUS FILHOS.
E PARA COMPLETAR:
A ÁGUA SERÁ SUA VIDA.
ASSIM COMO VOCÊ
SERÁ VIDA DE TODOS!
CAMILA CRISTINA S. A. DA SILVA

AMAZÔNIA – REINO VERDEJANTE

AMAZÔNIA,NOSSO REINO VERDEJANTE
VERTENDO A ÁGUA DOCE ABUNDANTE
ESTÁ HUMILHADA PELA INCONSCIÊNCIA
DAQUELES QUE FEREM SUA BELEZA
IGNORANDO SUA SUNTUOSA REALEZA
COM OS DESMANDOS DA PREPOTÊNCIA.
MESMO ESTANDO EM CHÃO BRASILEIRO
É AMBICIONADA POR TANTO ESTRANGEIRO
QUERENDO EXPLORAR A SUA EXISTÊNCIA
NOS RIOS UM MURMÚRIO ENTRISTECIDO
TODO SEU HABITAT ABORRECIDO
COMO A DIZER:
-BASTA DE NEGLIGÊNCIA...
JOSÉ UERTENCLAI GOMES


CONSTRUINDO FELICIDADE
O AR POLUÍDO
O MAR DESTRUÍDO
AS GELEIRAS DERRETIDAS,
AS FLORESTAS DESMATADAS , QUEIMADAS
A VIDA, ENFIM, ACABADA!
FATORES SIMPLES NO PRESENTE
IMPORTANTES PARA O FUTURO,
AQUECIMENTO GLOBAL
DESTRUIÇÃO DA FLORESTA AMAZÔNICA
É CULPA NOSSA?
UM LUGAR LIMPO,
A FALTA DE UM RIO,
ÁGUA, FELICIDADE,
O FUTURO?
UM FILHO,
UM NETO,
MUNDO?
O NOSSO MUNDO,
CONSTRUA MAIS!
DESTRUA MENOS!
EMILAYNE KAREN

MEMÓRIAS DE UM MUNDO
LEMBRO QUANDO TUDO ERA SORRISO
QUANDO A PAZ REINAVA
A ESPERANÇACANTAVA
LEMBRO TAMBÉM DOS RIOS, DAS MATAS
PURA AMAZÔNIA DANÇAVA
AGORA,
SÓ VEJO CINZAS DA MATA PERDIDA E QUEIMADA
VEJO AMOR DESPERDIÇADO
MEMÓRIAS DO AMBIENTE QUE HOJE É MALTRATADO
LEMBRO TAMBÉM DE QUEM O FÊZ MATADO
FOGO, MORTE E SOMBRAS
MEMÓRIAS DE UM PASSADO
PRESENTE ASSOMBRADO
PELO FANTASMA HUMANO DA COBIÇA
NÃO LEMBRO MAIS PARA NÃO CHORAR...
THALLISSON LOPES


REALIDADE

PARA COMEÇAR NÃO QUERO COM O MUNDO ACABAR
PARA A MÃE NATUREZA PEÇO PERDÃO
ELA ESTÁ MORRENDO POR MINHA MÃO
PARA AS ÁRVORES PEÇO DESCULPA
PLANTAS NATIVAS QUE TRAZEM CURA
ESTÃO SUMINDO POR MINHA CULPA
AS QUEIMADAS TEM QUE ACABAR
O PLANETA TERRA EXPLODIRÁ
ÁGUAS POLUÍDAS, POIS AS LIMPAS DESAPARECERÃO
E DE SEDE TODOS MORRERÃO
NÃO DEIXE ISSO ACONTECER
OU ENTÃO, TODOS IREMOS MORRER...
VAMOS CUIDAR DO NOSSO PLANETA!
THIAGO AUGUSTO R. MOURA


NATUREZA
OH NATUREZA, MOSTRE-ME SUA BELEZA
ME ENGRANDECE COM SUAS RIQUEZAS
MOSTRE-ME SUA FONTE, NO CORAÇÃO DO MONTE
A CACHOEIRA A DESCER... PARA O RIO, LAGO, MAR
RIACHO A NOS ENCONTRAR...
ÁRVORES LINDAS TU TENS, PORQUE O HOMEM AS OBTÉNS
ALGUMAS MÉDIAS, PEQUENAS,GRANDES...
TODAS BELAS E SERENAS...
OS ANIMAIS A SALTAR... POR SUA TERRA A BRINCAR
FELIZES A CAMINHAR...
OH NATUREZA, MISTERIOSA ÉS TU
MOSTRE-ME O QUE HÁ NA BANDA SUL
SERÁ PLANTAS, ANIMAIS,VEGETAIS?
OU SERÁ ÍNDIOS CANIBAIS E NO NORTE SERÁ A MORTE
OU A SORTE?
OH NATUREZA, TU ME REVELARÁS TUA BELEZA?
REVELE-ME LOGO, ANTES QUE ACABE SEU ENCANTO
VEJA A SEU REDOR, UM MUNDO CADA VEZ PIOR...
MAS A CULPA NÃO É SUA...
É MINHA, VOSSA..DO MUNDO...
POR ISSO PRESERVE-A E VENERE-A...
NÃO JOGUE LIXO NO RIO
FUMAÇA EVITE NO MEU BRASIL...
PORQUE O MEIO AMBIENTE É NOSSO, É VOSSO,É SEU...
RAFAEL BATISTA SILVA

ESCOLA JOÃO BENTO DA COSTA

Porto Velho, Rondônia, Brazil
QUALIDADE EM EDUCAÇÃO! Rua da Camélias - Jardim Eldorado PVH-RO